Alexandre Villares


Como instalar o Processing modo Python

[English version]

Processing é uma plataforma livre/aberta de programação criada em 2001 por Casey Reas e Ben Fry, largamente utilizada por artistas e para o ensino de programação num contexto visual. O Processing IDE (da sigla em inglês para ambiente integrado de desenvolvimento), simplificando, é um editor de texto apropriado para código, que permite executar programas escritos por você, conhecidos como sketches.

Processing permite não só criar programas que produzem imagens e eventualmente as exportar como bitmaps (PNG, JPG) ou arquivos vetoriais 2D e 3D (PDF, SVG e DXF entre outros), mas mais do que isso permite gerar executáveis autônomos (e interativos) “empacotados” para Linux, macOS ou Windows. Desfruta de uma rico ecossistema de pessoas que produzem recursos como bibliotecas livremente compartilhadas.

A versão ‘standard’ do Processing é baseada em Java, mas hoje existem dois outros projetos importantes da Fundação Processing que você pode querer conhecer:

Ambos podem ser adicionados ao IDE tradicional. Vejamos a seguir como instalar o Processing Modo Python, que é o assunto desta página.

Entre na parte de downloads do site do Processing (http://www.processing.org/download), escolha o seu sistema operacional e baixe.

passo1

Saiba que não há um instalador, basta descomprimir, mova a pasta como um todo para onde preferir (não tire o executável da pasta) e abra o IDE. Veja como fica no Windows:

passo2

No macOS é praticamente a mesma coisa. No Linux, abra um terminal apontado para a pasta descomprimida do Processing e digite ./processing (você pode querer executar também o install.sh que deve criar um atalho no desktop)

Lançado o IDE do Processing, procure no menu de modos o item Adicionar modo… (ou Add mode… se estiver em inglês)

passo3

Peça para instalar o modo Python [Se esta etapa falhar, veja as observações mais abaixo].

passo4

Note que na pasta Documentos do usuário será criada uma pasta Processing, onde ficarão seus sketches (programas), ferramentas, modos e bibliotecas. No Linux a pasta criada se chama sketchbook. Este é o estado final quando a instalação terminou:

passo5

Observações: Caso não seja possível instalar o modo Python de dentro do IDE (redes com filtros ou proxies restritivas) você pode baixar, deszipar PyhtonMode.zip e colocar manualmente (no Windows e Mac OS) em Documentos > Processing > modes > PythonMode. São dois problemas conhecidos: nomes de usuário com caracteres não-ASCII e firewalls podem atrapalhar o funcionamento do IDE.

PS: Que tal um programinha para testar?

github.com/villares/py.processing-play

fim


Alexandre B A Villares (abav.lugaralgum.com), CC-BY-NC-SA-4.0 License